A TEORIA DO ERRO DE PROIBIÇÃO EM CLÁUDIO BRANDÃO

  • Marco Aurélio Florêncio Filho Universidade Presbiteriana Mackenzie

Resumo

Partindo-se do texto “Inconsciência de antijuridicidade: sua visão na dogmática penal e nos tribunais brasileiros”, de Brandão, nomeadamente pela reconstrução do caminho teórico por ele proposto, desenvolve-se o tema central do erro, especificamente os parâmetros para a sua escusabilidade aplicados às suas espécies.

Referências

ASÚA, Luis Jiménez. La ley e el delito: curso de dogmática penal. Caracas: Adreas Bello, 1945
BALESTRA, Carlos Fontán. El elemento subjetivo del delito. Buenos Aires: Desalma, 1957, p. 142-143). Ainda no mesmo sentido Edgard Magalhães Noronha (Direito penal: introdução e parte geral. São Paulo: Saraiva, 1999
BARREALES, María A. Trapero. El error en las Causas de Justificación. Valencia: Tirant lo blanch, 2004
BITENCOURT. Cezar Roberto. Erro de tipo e erro de proibição: uma análise comparativa. São Paulo: Saraiva, 2003
BRANDÃO, Cláudio. Bem jurídico e norma penal: A função da antinormatividade na teoria do crime. DELICTAE: Revista de Estudos Interdisciplinares sobre o Delito, v. 3, n. 4, p. 07-45, 2018. Disponível em: . doi: https://doi.org/10.24861/2526-5180.v3i4.61
BRANDÃO, Cláudio. Culpabilidade: sua visão na dogmática penal e nos tribunais brasileiros. Revista portuguesa de ciência criminal. Ano 15. N.2. Coimbra: Coimbra editora. 2005
BRANDÃO, Claudio; HOMEM, Pedro Barbas. Do direito natural aos direitos humanos. Coimbra:Almedina. 2015.
BRANDÃO, Claudio. Inconsciência de antijuridicidade – sua visão na dogmática penal e nos tribunais brasileiros. Revista da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Vol XLI, N.1, Coimbra: Coimbra Editora. 2000.
BRANDÃO, Claudio. The roots of human rights: the epistemological turn provoked by Francisco de Vitória. HUMANITIES AND RIGHTS GLOBAL NETWORK JOURNAL. Vol. 1. I.1, 7-20. 2019. . DOI: https://doi.org/10.24861/2675-1038.v1i1.9
BRANDÃO, Cláudio. Teoria jurídica do crime. Rio de Janeiro: Forense, 2002
BRANDÃO, Claudio. Tipicidade penal: dos elementos da dogmática ao giro conceitual do método entimemático. Coimbra:Almedina. 2012.
BRANDÃO, Claudio. Tobias Barreto e pena criminal. Revista de Estudos Criminais. Ano XI, N.50, São Paulo:Síntese. 2013
CÓRDOBA RODA, Juan. Una nueva concepción de delito: la doctrina finalística. Barcelona: Ariel, 1977, p. 23
ESPINAR, José M. Zugaldía; ALONSO, Esteban J. Pérez. Derecho penal: parte general. Valencia: Tirant lo blanch, 2002
JESCHECK, Hans-Heinrich, WEIGEND, Thomas. Tratado de derecho penal: parte general. Granada: Comares, 2002.
KAUFMANN, A. e HASSEMER, W. Introdução à Filosofia do Direito e à Teoria do Direito Contemporâneas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002
MEZGER, Edmund. Derecho penal: parte general, libro de estudios. Buenos Aires: Editorial Bibliográfica Argentina, 1955
MEZGER, Edmund. Tratado de derecho penal. Tomo II. Madrid: Revista de Derecho Privado, 1949,
MUNHOZ NETTO, Alcides. A ignorância da antijuridicidade em matéria penal. Rio de Janeiro: Forense, 1978
NORONHA, Edgard Magalhães .Direito penal: introdução e parte geral. São Paulo: Saraiva, 1999
PLATÃO. As leis, ou da legislação e epinomis. São Paulo: Edipro, 1999
ROXIN, Claus. Derecho penal: parte general. Madrid: Civitas, 1997
SANTOS, Juarez Cirino dos. A moderna teoria do fato punível. Curitiba: Fórum, 2004
SERRA, Tereza. Problemática do erro sobre a ilicitude. Coimbra: Almedina, 1991
STRATENWERTH, Günter. Derecho penal: parte geral. Caracas: Editoriales de Derecho Reunidas, 1982
TOLEDO, Francisco de Assis. Princípios básicos de direito penal. São Paulo: Saraiva, 1982
WELZEL, Hans. Derecho penal alemán: parte general. Santiago: Editorial Juridica de Chile, 1997
WESSELS, Johannes. Direito Penal: parte geral. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1976
ZAFFARONI, Raúl Eugenio; Alejandro Slokar; e Alejandro Alagia. Manual de derecho penal: parte general. Buenos Aires: Editar, 2006.
Publicado
2020-04-26
Como Citar
FLORÊNCIO FILHO, Marco Aurélio. A TEORIA DO ERRO DE PROIBIÇÃO EM CLÁUDIO BRANDÃO. DELICTAE: Revista de Estudos Interdisciplinares sobre o Delito, [S.l.], v. 5, n. 8, p. 68-113, apr. 2020. ISSN 2526-5180. Disponível em: <http://delictae.com.br/index.php/revista/article/view/121>. Acesso em: 25 oct. 2020. doi: https://doi.org/10.24861/2526-5180.v5i8.121.