ASPECTOS SUBJETIVOS E A DOGMÁTICA PENAL NO CRIME DE LAVAGEM DE DINHEIRO

SUBJECTIVE ASPECTS AND THE CRIMINAL DOGMATICS IN MONEY LAUNDERING CRIME

  • Pedro H. C. Fonseca

Resumo

Neste artigo verifica-se como objeto problema a análise dos aspectos subjetivos do delito de lavagem de dinheiro e a dogmática penal a partir da consciência do agente. Aprofunda-se a questão da consciência, do erro e sobretudo, a análise do dolo no delito de branqueamento sob uma perspectiva científica. O texto está inserido dentro do aspecto metodológico jurídico-teórico tendo em vista a investigação que se pretende desenvolver estar relacionada com os aspectos gerais e específicos do campo do Direito penal com a análise dogmática. O texto desenvolve com orientação pelo método de abordagem dialética, pelo que se busca adentrar no fenômeno investigado, para explorar as minúcias do tema.

Publicado
2018-07-02
Como Citar
FONSECA, Pedro H. C.. ASPECTOS SUBJETIVOS E A DOGMÁTICA PENAL NO CRIME DE LAVAGEM DE DINHEIRO. DELICTAE: Revista de Estudos Interdisciplinares sobre o Delito, [S.l.], v. 3, n. 4, p. 284-303, jul. 2018. ISSN 2526-5180. Disponível em: <http://delictae.com.br/index.php/revista/article/view/69>. Acesso em: 18 out. 2018. doi: https://doi.org/10.24861/2526-5180.v3i4.69.